Entrevista com Signe Sejlund figurinista para Serena

SERENA

Não importa onde você esteja no mundo agora, deixe seu café, caneta, giz de cera ou gato e considere o seguinte cenário. Você é uma figurinista especializada em cinema. Uma bela noite, você se encontra sentado no sofá, cuidando da sua vida quando o telefone começa a tocar. Você valsa e leva o fone ao ouvido. A diretora vencedora do Oscar Susanne Bier está ao telefone e quer que você trabalhe em seu próximo filme, ‘Serena’. Mais especificamente, Bier quer que você desenhe os figurinos da dupla principal do filme. E acontece que os papéis em questão serão interpretados por duas das jovens mais gostosas de Hollywood: Jennifer Lawrence e Bradley Cooper. Embora esse cenário possa ser fictício para a maioria, foi uma realidade para a figurinista holandesa Signe Sejlund. Sentamos com Signe para perguntar sobre seu papel como figurinista de ‘Serena’, o processo de design e, claro, como foi trabalhar com J-Law.

Olá Signe, obrigado por falar conosco. Então, como você começou uma carreira no ramo de figurinos?



Bem cedo na vida descobri que sempre olhei para as pessoas. Você pode passar pela vida e não prestar atenção aos detalhes, ou pode ver e lembrar de tudo. Sempre foco na cor, forma e detalhes, e tenho um grande interesse por moda. Quando eu tinha 20 e poucos anos, tinha amigos que estudavam na escola de cinema e foi onde conheci o trabalho do figurino pela primeira vez. Eu senti que estava no lugar certo imediatamente.

Ouvimos dizer que você já colaborou com a diretora vencedora do Oscar Susanne Bier no passado e recentemente se juntou a ela para desenhar os figurinos de Jennifer Lawrence e Bradley Cooper no próximo filme, Serena. Como surgiu essa oportunidade?

Susanne e eu trabalhamos juntos há anos e nos conhecemos muito bem, e cada vez foi um grande prazer trabalharmos juntos. Obviamente, fiquei muito feliz quando ela me perguntou se eu poderia desenhar os figurinos de Serena. Foi um trabalho dos sonhos.

Ao pesquisar para o filme, por onde você começou? Quais foram suas principais fontes de inspiração?

Pesquisei o trabalho de artistas da mesma época, as roupas que pintaram e o que vestiram. Fotografia, pinturas e música foram minhas inspirações. Todas essas formas de arte capturaram a essência da época retratada nos trajes.

Podemos imaginar que Susanne teve uma visão forte para a personagem principal, Serena. Como Susanne descreveu a ‘aparência’ de Serena?

Temos uma relação de trabalho muito boa com Susanne, ela muitas vezes me deixa ter minhas próprias ideias antes mesmo de dizer qualquer coisa. Ao mesmo tempo, ela tem uma ideia clara da direção que deseja tomar. Susanne queria que Jennifer ficasse super sexy, atraente e forte. Não era uma descrição comum para a maioria das mulheres no final dos anos 20.

Jennifer Lawrence teve alguma contribuição criativa para os designs?

Eu sempre escuto como os atores percebem seus personagens. Encontramos o acordo muito rapidamente. Muitas coisas podem mudar ao longo do caminho, quanto mais profunda a conexão do ator com o papel, mais opções criativas eu tenho para explorar no figurino. Tudo tem que funcionar bem junto.

Jennifer é vista vagabundeando em várias roupas ao longo do filme. Qual foi a sua favorita e por quê?

Ha ha ha ... boa pergunta. Eu sou louco por todos eles. Eu acho que é ótimo ver Jennifer em ambos os vestidos de noite e roupas de trabalho. Essa é a vida, certo?

Você também desenhou os figurinos vistos em Bradley Cooper ao longo do filme. Você achou mais fácil ou mais difícil criar designs para o personagem de Bradley?

Bradley compartilhou algumas ideias muito boas comigo desde o início. Foi um grande prazer trabalhar com ele e também com Jennifer.

Qual foi a coisa mais emocionante de trabalhar em Serena?

Em todos os aspectos, foi um filme verdadeiramente maravilhoso de se fazer. Adoro o período, o final dos anos 20 e a forma como a Susanne trabalha.

Você tem planos de se juntar a Susanne no futuro?

Na verdade, eu já fiz. Acabamos de fazer “A second Chance“. É um drama contemporâneo que se passa na Dinamarca. E tenho mais planos futuros com Susanne.

Em sua experiência, qual é o maior equívoco que as pessoas têm sobre seu trabalho?

Muitas vezes as pessoas não sabem que o trabalho de um figurinista também é analisar uma história, tratamentos de tecido, moldes, pontos, história e colocá-los em um material visual concreto. Além disso, a maioria das pessoas não consegue imaginar todo o trabalho duro por trás disso. Não é todo glamour.

E, finalmente, você tem algum conselho para os estilistas em ascensão? Ou conselhos para quem quer entrar no jogo do design, mas não sabe como?

Simplesmente faça ... Não existe um livro de respostas. E sempre mantenha os olhos abertos.

Serena estreia nos cinemas no dia 26 de novembro.


SERENA SERENA SERENA SERENA SERENA SERENA SERENA SERENA